Compartilhe

sexta-feira, 15 de julho de 2011

RESISTÊNCIA PETISTA LANÇA MANIFESTO

Militantes e dirigentes municipais e estaduais do PT, integrantes das correntes abaixo apontadas e independentes, reunidos no Seminário, no dia 09/07/2011, que discutiu a Construção de Estratégias para o PT/MA, no Auditório do Sindicato dos Bancários, em São Luís -MA, estando presentes municípios de todas as regiões do Estado do Maranhão, além de Renato Simões e o deputado Marcelino Galo, membros da Direção Nacional do Partido, resolveram livremente:

1. Intensificar os esforços pela manutenção do PT do Maranhão fiel à sua tradição de luta por um estado verdadeiramente democrático, tendo como foco principal a defesa dos interesses da maioria de sua população e o consequente fim do modelo oligárquico de dominação política;


2. Reafirmar a independência do partido em relação ao grupo que governa o estado há mais de 40 anos;

3. Construir um programa de desenvolvimento para o Maranhão de superação da pobreza e da miséria, em conjunto com forças políticas e sociais democrático-populares e de esquerda, visando à construção de um bloco histórico como base para a disputa de poder no estado e fortalecendo nossas lideranças em pontos estratégicos do Estado;


4. Dar integral apoio ao movimento sindical e aos movimentos sociais que lutam pela melhoria da qualidade de vida do povo maranhense, especialmente aqueles que representam legitimamente os mais pobres;

5. Armar o partido para o próximo embate eleitoral, de 2012, com o fortalecimento da formação política e da organização pela base, com ênfase no programa de mudanças do campo democrático e popular e na conquista de fortes bancadas de vereadores e prefeitos, visando acumular força para as eleições de 2014. Para tanto, anuncia alguns pré-candidatos a prefeito já confirmados para discussão nas instâncias do Partido, relacionados a seguir: Bira do Pindaré (São Luís), Genilson Alves (São Mateus), Arnaldo Colaço (São José de Ribamar), Terezinha Fernandes, Expedito Veloso e Adalberto Franklin (Imperatriz), Socorro (Centro Novo), Valdemar (Satubinha), Adrovando (Presidente Médici), Odívio Neto (São João dos Patos), ex-vereador Cacá (Guimarães) e outros ainda a serem anunciados;


6. Organizar Seminários para discutir um projeto para cidade de São Luís e outro sobre a Reforma Política;

7. Ratificar a formação da Resistência Petista, que se constitui enquanto movimento interno do Partido dos Trabalhadores, integrando todos os militantes e lideranças de todas as forças políticas internas que continuam sonhando e lutando pelos objetivos acima expostos, dialogando com as outras forças políticas da direção do PT Nacional e Estadual, assim como os aliados do campo democrático e popular da base aliada do governo Dilma;


8. Constituir, como coordenação deste Campo Político, um coletivo com participação de um representante por força política;

São Luís, 09 de julho de 2011.

Assinam: Militância Socialista, Mensagem ao Partido, Tendência Marxista, Democracia Socialista, Articulação de Esquerda, Coletivo Rebuliço, Reage PT, Coletivo Vanguarda e independentes.

4 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom!!!

prof.Magno Urbano

JOÃO COSTA DE GOVERNADOR NUNES FRIRE disse...

seu blog ta linkado no meu...
http://joaocostagnf.blogspot.com/

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkk!!!!

Não me façam rir... O PT já é sarneysista e como tal se comportará, seja com Bira ou com Macaxeira!!!

Perderam playboys!!!

Kkkkkkkk

Erica Muniz disse...

O PT ainda tem chance de retomar às suas origens enquanto ainda tiver um militante que se importe com a causa e lute.