Compartilhe

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

REGIÃO SUL MOBILIZA-SE PARA O CONGRESSO ESTADUAL DE RÁDIOS COMUNITÁRIAS

O I Encontro de Rádios Comunitárias do Sul do Maranhão, realizado ontem, no campus da UFMA de Imperatriz, avançou no processo de organização das emissoras na região tocantina.

Realizado em parceria com o curso de Jornalismo e a Prefeitura de Imperatriz, o encontro teve debates sobre o papel das rádios comunitárias no processo de democratização da comunicação e no desenvolvimento local.

Cerca de 60 pessoas participaram das plenárias e oficinas de locução, gêneros radiofônicos, comunicação comunitária, gestão e captação de recursos.

A coordenadora do curso de Jornalismo da UFMA, Roseane Arcanjo, destacou a importância da participação dos acadêmicos da área de Comunicação, enfatizando a necessidade de motivar a pesquisa e a extensão junto às rádios comunitárias.


Durante os debates, estudantes questionaram a postura de muitas emissoras denominadas comunitárias que desviam suas funções e praticam proselitismo político, religioso e executam programas tipicamente comerciais, sem qualquer vinculação ao conceito de rádio informativo, educativo e de prestação de serviços.

Esta tendência é forte em muitas emissoras espalhadas no Maranhão, mas pode ser revertida com um amplo trabalho de formação e sensibilização dos comunicadores populares, mostrando a importância do jornalismo e dos programas educativos no meio radiofônico.

O encontro serviu também para eleger os representantes da região tocantina ao congresso estadual de radiodifusão comunitária, previsto para o final de setembro, quando será eleita a nova diretoria da Associação Brasileira de Rádios Comunitárias no Maranhão (ABRAÇO-MA).

Da região tocantina vão participar 21 delegados das rádios Sumaúma FM, de Ribamar Fiquene; Brejão FM, de São Francisco do Brejão; Arca FM, de Açailândia; Liberdade FM, de Bom Jesus das Selvas; Cidade FM, de Fortaleza dos Nogueiras; Diamantina FM, de Governador Edison Lobão; e Rio Neves FM, de São Raimundo das Mangabeiras.

Além dos delegados das emissoras citadas, que terão direito a voz e voto no congresso, a região tocantina será representada também por 10 estudantes de Jornalismo, na condição de observadores.

O I Encontro de Rádios Comunitárias do Sul do Maranhão é o quarto evento regional realizado desde março de 2010 para retomar a organização da ABRAÇO-MA.

Os três primeiros contemplaram as regiões metropolitana de São Luís, Lençóis-Munim e Cocais, que também indicaram delegados ao congresso estadual previsto para o final de setembro.

5 comentários:

FRANCISCO ARAUJO 1365 disse...

Caro Ed Wilson,
quero parabenizar a todos e a todas que estão engajados na luta pela democratização da radiodifusão.
Esse avanço político tem que suprimir as barreiras impostas no Art. 1º da LeiLEI Nº 9.612, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.
Devendo cobrir as exigências e especifidades de cada região e localidade em que estiver instalada a emissora.
O espaço da difusão tem quer ser ampliado na sua condição de espaço público, não estatal e nem meramente comercial. Garantido a transparência, a isonomia, a pluralidade e justiça nas comunicações.
Parabéns pelo Evento!

antonio disse...

meu caro Ed; estamos de parabens pelo excelente evento. claro que o suecesso do evento é um conjunto de esforços,mais é acima de tudo fruto da sua grande influencia, sua marca que deixou mesmo nao extinta abraço. a cada dia que passa mi sinto mais encorajado, mesmo que tenha que encarar 13 horas de estrada como foi o caso do nosso retorno da região tocantiona; ainda assim nao mi falta coragem, disposição e fé que em breve teremos uma ABRAÇO forte no estado do Maranhão. parabéns, conte conosco..

Ed Wilson Ferreira Araújo disse...

Francisco,
Muito grato pelas considerações.
O evento foi um sucesso.
Ed Wilson

Ed Wilson Ferreira Araújo disse...

Antonio,
Parabéns para todos nós que trabalhamos no encontro. Muito grato pela consideração.
Ed Wilson

Ed Wilson Ferreira Araújo disse...

Antonio,
Parabéns para todos nós que trabalhamos no encontro. Muito grato pela consideração.
Ed Wilson