Compartilhe

sexta-feira, 1 de agosto de 2014

MOVIMENTOS SOCIAIS DIVULGAM PACTO POR UM IDH JUSTO

O “Pacto por um IDH Justo”, lançado na noite da última quarta-feira (30) ao lado do candidato Flávio Dino (PCdoB), foi uma construção dos movimentos sociais que mobilizaram 149 municípios do Estado e centenas de entidades pela mudança da qualidade de vida dos maranhenses.

O documento já está disponível a todos que queiram consultá-lo. Leia AQUI

Depois de 37 plenárias para debater e discutir alternativas para mudar a qualidade de vida dos maranhenses, tendo como ponto de partida a mudança das práticas políticas vigentes no Estado, os movimentos sociais apresentaram a Flávio Dino o documento. O candidato reafirmou seus compromissos com a mudança da realidade social do Maranhão.

“Incorporo esse pacto, mas acima de tudo incorporo esse movimento. Incorporo a nossa luta, a nossa campanha. Nós vamos transformar sonhos e esperanças em realidade”, garantiu Flávio Dino.

Para construir o “Pacto por um IDH Justo”, estiveram unidos o movimento negro, o movimento de mulheres, a juventude, as pastorais, os trabalhadores rurais, o movimento de moradia, os professores, os deficientes, representantes da área de direitos humanos, o movimento de economia solidária, os profissionais de saúde, entre outros.

Entre os principais tópicos do “Pacto por um IDH Justo”, os movimentos sociais propõem um novo modelo de gestão pública, que priorize a participação popular, para a construção de políticas públicas capazes de reverter os indicadores sociais, com base na democratização da renda e no combate à corrupção.

Coligação Todos pelo Maranhão - Flávio Dino 65
Assessoria de Imprensa
Aline Louise (98) 9194-8808
Camila Rocha (98) 8198-5686
Rafaela Vidigal (98) 9115-8136

2 comentários:

Marizélia Ribeiro disse...

Não consegui identificar os movimentos sociais que assinam o documento, professor Ed Wilson.

Ed Wilson Ferreira Araújo disse...

Seria o caso de pedir para a organização do documento disponibilizar a lista das entidades, professora Marizélia Ribeiro.