Compartilhe

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

EXCLUSÃO ÀS MARGENS DA VIA EXPRESSA E DA AVENIDA 4º CENTENÁRIO

A personagem do vídeo é Laura Helena de Jesus Moraes, diarista e free lance como auxiliar de enfermagem.

O vídeo foi gravado pelo relações públicas Marlon Botão, narrando o cotidiano de uma trabalhadora de São Luís.

Ela mora na Vila Cristalina, bairro localizado às margens da Via Expressa, uma das obras prometidas para os 400 anos de São Luís, comemorados em 2012, que só foi entregue nos derradeiros dias do governo Roseana Sarney (PMDB), em dezembro de 2014.

O discurso de Laura Moraes sintetiza a contradição entre as falácias da oligarquia e a exclusão no Maranhão.

Inauguradas com pompa, faltando vários acabamentos, a Via Expressa e a avenida 4º Centenário têm duas singularidades fundamentais para entender a lógica excludente do Maranhão.

Primeira: o completo descaso com as populações pobres impactadas pelas obras.

Pouco importa, para a ex-governadora Roseana Sarney, se a casa de Laura vai entupir de poeira ou se vai alagar durante as chuvas.

Laura encorajou-se para denunciar, mas há outras Lauras, Marias, Joanas, Celestes etc sofrendo os mesmos problemas com a poeira e a falta de acessibilidade nas avenidas.

Segunda: por onde passam, as duas estradas revelam a pobreza extrema em São Luís.

Na avenida 4º Centenário, as favelas margeando o asfalto são a fotografia perfeita dos 50 anos de oligarquia no Maranhão.

As favelas são o autorretrato de José Sarney (PMDB) e do seu mando.

Sob o pretexto de modernizar a cidade, as obras inauguradas refletem a desigualdade agressiva produzida ao longo de cinco décadas.

São o atestado de desprezo da oligarquia pelos maranhenses.

As obras de Roseana Sarney atravessam a área nobre, interligam os quatro shoppings de São Luís e, obviamente, favoreceram os interesses da elite parasita.

Por mais que tentem maquiar a realidade, as avenidas são corredores de contradições, falácias e mentiras.

2 comentários:

MÁRCIO CRISPIM disse...

Ed se o amigo quiser ter fatos, docs, fotos e a verdadeira história do PROJETO PAC RIO ANIL, poderíamos marcar uma conversa com você, para passar ao amigo muita coisa que somente o FÓRUM COMUNITÁRIO DO EIXO DE IMPLANTAÇÃO DO PROJETO PAC RIO ANIL, Tem pq, este talvez seja o único projeto englobado nas obras do PAC no Brasil de ORIGEM POPULAR.

Ed Wilson Ferreira Araújo disse...

Marcio, tenho todo interesse. Me passa teus contatos de telefone, face etc.