Compartilhe

quinta-feira, 2 de julho de 2015

PROJETO “NOSLY E DJALMA CHAVES CONVIDAM” RECEBE PAPETE

O Projeto Nosly e Djalma Chaves Convidam, propõe-se a uma vez por mês, receber um convidado especial, seja um nome marcante da música local ou artista de expressão nacional. Outra ideia do projeto é lançar luz sobre novos talentos da música, fazendo um encontro musical de gerações no palco, o que permite a troca de vivências musicais que revigora a forma de todos verem e fazer a arte.

Quem conhece os artistas sabe o quanto de interação há entre eles, quando se encontram num palco; uma fusão, um casamento musical completo, cheio de vibração e energia é o que sempre ocorre quando resolvem fazer um trabalho juntos.

Donos de carreiras solos já consolidadas, ambos possuem vários CDs gravados e já se apresentaram em palcos pelo Brasil afora a exemplo da turnê Andarilho Parador em que percorreram cidades como São Luís, Imperatriz, Teresina, Fortaleza, Belém e Brasília. Djalma Chaves está em processo de finalização do seu quinto CD, Andarilho.

A produção terá 12 faixas entre inéditas e regravações; o disco deverá ser lançado no próximo mês. No repertório do cd estão músicas como Dente de Ouro, de Josias Sobrinho; Janela Aberta, de César Nascimento; Pé do Lajeiro, de João do Vale, e as inéditas Pelo Entardecer em parceria com o irmão Rogério Chaves, e Santo Milagreiro, em parceria com César Roberto.

Nosly e Djalma Chaves, para essa quarta edição do projeto, homenageiam e recebem o maravilhoso percussionista, compositor e cantor Papete. 

Papete iniciou sua carreira artística aos 13 anos de idade, atuando como cantor na Rádio Gurupi em São Luis (MA). Apresentou-se na emissora até 1967. Ainda nesse ano, compôs sua primeira música, "O bonde", não registrada em disco. Em 1969, teve registrado pela primeira vez seu trabalho de compositor, com a gravação de sua música "Eu morro se perder você", por Wanderley Cardoso. Nessa época, já atuava como percussionista e violonista. Em 1970, começou a se apresentar na casa noturna Jogral (SP).

No ano seguinte, realizou sua primeira incursão em estúdio, ao lado de Toquinho. Em 1974, participou do LP "Música popular do Centro-Oeste", lançado pela etiqueta Marcus Pereira. Gravou, pelo mesmo selo, o LP "Papete, berimbau e percussão". Em 1975, participou do Festival Abertura (TV Globo). Gravou, com a cantora Ornela, o disco "Uomini", premiado, em 1977, como Disco do Ano. Por esse trabalho, foi apontado pela critica italiana como o melhor percussionista do mundo.

Entre 1979 e 1981, atuou como músico em shows de Toquinho & Vinicius de Moraes. De 1982 a 1992, acompanhou Toquinho em 482 shows, em turnê por 18 países. Foi considerado pela Apca como o melhor percussionista brasileiro nos anos de 1983, 1984 e 1985. A partir de 1990, passou a apresentar-se pelo Brasil com uma banda própria, interpretando músicas do Maranhão. Nessa época, começou a se dedicar à pesquisa, registro e divulgação das obras de compositores maranhenses.

Ao longo de sua carreira artística, atuou em shows e gravações com Rosinha de Valença, Marília Medalha, Hermeto Pascoal, Osvaldinho da Cuíca, Toquinho e Vinicius, Benito de Paula, Inezita Barroso, Diana Pequeno, Renato Teixeira, Almir Sater, César Camargo Mariano, Rita Lee, Sadao Watanabe, Angelo Branduardi, Andreas Wollenweider, Ornella Vanone e Alex Acuña, entre outros. Obteve notoriedade internacional por sua técnica no berimbau.(Fonte: Dicionário Cravo Albin da Música Brasileira).

Amizade e música brasileira estão no cardápio do show desta sexta-feira (03) no Malagueta Gastronomia. Nosly (na guitarra) e Djalma Chaves (no violão) convidaram para dividir o palco com eles, Mauro Travincas (contrabaixo) Renato Serra (teclado) e Fleming Bastos (bateria), músicos que encantam na arte do acompanhamento: uma condução com leveza e sensibilidade, uma execução como poucos têm a capacidade para fazer.

Por todas essas razões, o Projeto Nosly e Djalma Chaves Convidam deve marcar pontos para a cena musical e para a noite de São Luís que ganha em arte e em bom entretenimento.

SERVIÇO

O quê: Projeto Nosly e Djalma Chaves Convidam recebe Papete.

Onde: Malagueta Gastronomia (rua Graúnas, Renascença - segunda rua à esquerda após o Medical Center)

Quando: sexta-feira (03/07), às 22 horas.

Quanto: Individual: R$ 25,00 Mesa: R$ 120,00.

Reservas: 981640488 (WhatsAp). Realização: Satchmo Produções.

Um comentário:

Ronald Almeida disse...

Daqui a pouco pouco tô indo pro Malagueta. 03.07.2015. É show de Nosly e Djalma chaves com tio Papete. Ronald Almeida