Compartilhe

terça-feira, 15 de março de 2016

VEREADOR DO PT COBRA RETIRADA DE "LAVA-JATO" NAS PRAÇAS DE SÃO LUÍS

Equipamentos de lavagem de carro são instalados clandestinamente nas praças de São Luís
O vereador Honorato Fernandes (PT) denunciou a invasão de "lava-jato" nas praças de São Luís. A pauta é importante e merece atenção da Prefeitura.

Em boa parte dos bairros, as praças estão tomadas por caixas d'água e rampas irregulares, onde deveria haver calçadas, pistas de caminhada e equipamentos de ginástica.

Os "lava-jato" irregulares também captam água de forma clandestina, enquanto o abastecimento é precário nas residências, onde as pessoas não têm água sequer para cozinhar.

Honorato Fernandes pediu providências da Secretaria Municipal de Urbanismo (Semur) no sentido de impedir a instalação irregular dos "lava-jato" nos logradouros públicos.

CENÁRIOS LOCAL E NACIONAL

Ex-líder do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT), o vereador Honorato Fernandes fez críticas à gestão de São Luís. Ele disse que a cidade só não está totalmente abandonada devido às obras tocadas pelo governador Flávio Dino (PCdoB).

Único vereador petista em São Luís, Fernandes vem atuando em defesa do partido, travando embates com os parlamentares que atacam Lula e endossam o impeachment da presidente Dilma.

O vereador era um dos principais aliados da oligarquia Sarney no Maranhão, nos bons tempos em que o PT liderado por Washington Oliveira tinha bom trânsito com José Dirceu e a cúpula do governo federal petista.

Na eleição para o governo do Maranhão, em 2014, Honorato começou o pleito apoiando os candidatos da oligarquia (Luís Fernando Silva e Edinho Lobão, ambos do PMDB). 

No final da campanha, mudou para Flávio Dino (PCdoB), quando sentiu o cheiro de vitória da oposição.

4 comentários:

Anônimo disse...

Amigo Ed Wilson, boas lembranças do histórico do vereador HF. Quando à questão dos lava jatos nas praças creio ser uma pontinha de iceberg. E todos os outros negócios montados em praças? Quer coisa mais infame do que aquele monte de quiosques no meio da Deodoro? Em paradas de ônibus, que impedem a circulação normal das pessoas, ou até a visualização dos coletivos? Ora, isso deve ter vindo de algum sentimento pessoal em relação a algum lava jato específico, em alguma praça específica.
Não é sério, não visa a melhora da cidade e das pessoas. É alguma atitude encomendada.

Ed Wilson Ferreira Araújo disse...

Tenho a impressão de que há peixes graúdos por trás desses pequenos empreendimentos nas praças de São Luís. Com todo respeito aos microempreendedores e camelôs.

Luis Carlos Silva disse...

Ed, além da questão da ocupação indevida dos espaços públicos, nesse caso o pessoal do PT tem uma motivação a mais: não querem ver "lava jato" pela frente!

Ed Wilson Ferreira Araújo disse...

Fato Luis Carlos Silva. Lava Jato dá pavor.