Compartilhe

sábado, 1 de novembro de 2014

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO É DO PDT, MAS FLÁVIO DINO NÃO ACEITOU OS NOMES INDICADOS POR WEVERTON ROCHA

Aguardado com expectativa, o tweet do governador eleito Flávio Dino (PCdoB) anunciando o secretário ou secretária de Educação travou pela falta de um nome aceitável. 

No acordo para montar a coligação de nove partidos que deram a vitória a Dino, a Educação foi assegurada ao PDT, controlado pelo deputado federal Weverton Rocha.

O acordo está mantido, mas até agora os nomes apresentados pelo deputado não foram aceitos pelo governador eleito.

Rocha já apresentou dois nomes, mas Dino nem cogitou acatar. Foram indicados o empresário do ramo agroindustrial de Balsas, Marcio Honaiser; e a ex-adjunta da Secretaria de Educação de São Luis, Kariádne Maia.

Dino quer um quadro técnico ou político com perfil para enfrentar os graves problemas da Educação no Maranhão. 

Weverton Rocha, obviamente, pretende indicar um nome apenas para controlar a pasta, sem qualquer compromisso com a melhoria dos indicadores sociais do Maranhão.

Até agora, os caprichos eleitoreiros do deputado conhecido pela demolição do ginásio Costa Rodrigues não foram atendidos.

Dino está firme no acordo. A Educação é do PDT, mas o governador eleito não aceita indicação mal educada para os desafios da mudança.

5 comentários:

José de Oliveira Ramos Oliveira Ramos disse...

Ed, eu entendo que o FD está absolutamente certo. Não há como "indicar alguém" apenas por indicar. Afinal, essa é, provavelmente, a terceira mais importante pasta de alguém que pretenda recuperar o Maranhão de fato.
O PDT, na realidade já teve bons quadros. A gente não pode esquecer a Therezinha Pflueger, mas nem sei se ela ainda aceitaria. E, parece, a gente fica sempre bitolado a São Luís. Vamos torcer para que dê certo!

Ed Wilson Ferreira Araújo disse...

Caro Oliveira,
Flavio Dino agiu bem com esse veto. É um importante sinal de que o governo está no caminho certo. O Maranhão tem ótimos nomes, competentes e honestos, para assumir a Secretaria de Educação. Nome não será problema. Tb estou na torcida para dar certo.

Dina Ribeiro disse...

Indicar meramente por indicar só denota descaso e total descompromisso para com um dos pilares de mudança que tanto almejamos. Espero que o futuro governador continue mantendo os mesmos critérios na escolha dos seus colaboradores, e, que a exemplo dos secretários já anunciados, a Educação também tenha alguém competente e inteirado acerca dos problemas graves que a mesma apresenta.

Ed Wilson Ferreira Araújo disse...

Também espero Dina Ribeiro.

Fábio Costa disse...

Não sei do paradeiro do Prof. Moacir Feitosa. Ele era do PDT e, a meu ver, é um bom nome para comandar a pasta. Acredito que não deva ter sido lembrado por não rezar na cartilha de Weverton Rocha.