Compartilhe

segunda-feira, 26 de maio de 2014

LOBO EDINHO PERDE O PT NA CHAPA DE GOVERNADOR

Bandeira baixa: Heluy disputava com Zé Costa a vice de Edinho, mas Falcão
mandou indicar apenas o suplente de senador
Uma nova intervenção do PT nacional no Maranhão proibiu o partido de indicar o candidato a vice-governador na chapa de Lobo Edinho (PMDB), o nome da oligarquia Sarney para disputar o governo.

Portanto, ficou sem validade a indicação de José Antonio Heluy (PT) como vice de Edinho. O nome de Heluy havia sido formalizado no Encontro de Tática Eleitoral, mas não vale para o comando petista.

A ordem do PT nacional ao diretório do Maranhão é apenas a composição na chapa de senador, com um suplente, e nada mais.

Os sarneístas do PT chegaram a comemorar a reedição da aliança com o PMDB, mas a festa durou pouco.

Falcão ficou irritado com a desobediência do petismo local, que deveria ter cumprido a ordem de aprovar somente o candidato a suplente de senador.

Liderando as pesquisas na oposição, o candidato a governador Flavio Dino (PCdoB) é o maior beneficiado com a proibição.
Petistas de Sarney comemoraram a vice, com Edinho ao centro, mas só terão a suplência do Senado

LOBO FERIDO

A intervenção foi mais um desgaste na combalida campanha de Lobo Edinho, que sonhava ter o PT de vice para tentar se apresentar como “candidato de Lula e Dilma” no Maranhão.

Não colou. Mesmo com todo apoio da máquina do governo, Edinho não decola nas pesquisas. No Palácio dos Leões, já chegaram a cogitar a desistência da candidatura.

Edinho chega a ser pior que Luis Fernando Silva, que era apresentado como tocador de obras e bom gestor, mas ruim de voto em uma eleição de governador.

PREOCUPAÇÃO

O PT nacional tem pesquisas que avaliam muito desgaste da presidente Dilma em associação com oligarcas do tipo de José Sarney (PMDB).

Uma eventual composição do PT maranhense na chapa majoritária de Sarney obrigaria Lula e Dilma a desembarcarem no Maranhão para atividades de campanha com Lobo Edinho, provocando mais um escândalo na imagem da presidente.

Diante da situação delicada de Dilma nas pesquisas, o PT está se precavendo e decidiu proibir o partido no Maranhão de indicar o candidato a vice-governador na chapa articulada por Sarney.

Seria caixão e vela para Dilma.

2 comentários:

Edidacio disse...

Ate que enfim, parece que alguém resolveu olhar para o Maranhão, o Brasil abriu os olhas para os males de nossos estado, e começou a reagir contra essa oligarquia perversa que domina esse estado a 40 anos, agora é o povo maranhense que tem acordar.

guardiaodosol2 disse...

SERÁ QUE VÃO CHAMAR JOÃO ALBERTO? .. TA PARECENDO...