Compartilhe

domingo, 24 de março de 2013

IGOR PROTESTA, MAS WEVERTON ROCHA É CRIA DE JACKSON LAGO

Aparências nada mais: Weverton Rocha degolou Igor Lago

Em mais uma carta distribuída na Internet, o médico Igor Lago, filho do ex-governador Jackson Lago, exibe o pote até aqui de mágoas com os rumos do PDT nacional e estadual.

Ao fim do texto, ele anuncia que deve sair do partido.

Veja a carta completa no blogue de Josué Moura.

Desde a morte do pai, Jackson Lago, Igor tenta retomar o caminho original do PDT, inspirado em Leonel Brizola, Darcy Ribeiro e Neiva Moreira.

Mas, os tempos são outros. Primo do PT, o PDT foi degenerando ao longo do tempo e hoje está entregue ao pragmatismo radical, sob a liderança do ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi.
Carlos Lupi, aliado de Weverton Rocha, combina o jogo para controlar o PDT no Maranhão

A última esperança de Igor estava na liderança nacional de Brizola Neto, até pouco tempo ministro do Trabalho, mas logo derrubado pelo esquema de Lupi no governo Dilma Roussef (PT).

Brizola Neto caiu e com ele morreram as esperanças de Igor retomar o controle do PDT maranhense.

No seu rosário de reclamações, exposto em várias cartas, Igor concentra parte das críticas no deputado federal Weverton Rocha, aliado de Lupi e manda-chuva do PDT no Maranhão.

Em que pesem as boas intenções de Igor, é importante registrar que Weverton Rocha chegou ao topo do PDT pelas mãos de Jackson Lago.

O ex-governador anunciou no Maranhão inteiro que Weverton Roca seria seu herdeiro político. E assim foi feita a vontade do pai Jackson, contra o desejo do filho Igor.

Vivendo longe do Maranhão e da política partidária, Igor chegou tarde demais para segurar as rédeas do PTD após a morte de Jackson.

Weverton, com o aval do ex-governador e do aliado nacional Carlos Lupi, operou o controle do sistema cartorial no trabalhismo maranhense.

O primeiro a ser degolado foi Igor. Restou-lhe o exílio no Comitê da Resistência Democrática, formado por militantes históricos e idealistas, mas sem força na máquina partidária.

Com a eleição do deputado Edivaldo Holanda Junior (PTC) para prefeito de São Luís, Weverton ficou ainda mais forte porque assumiu o mandato na Câmara Federal.

Rocha indicou vários nomes para a equipe de Holanda Junior e aproximou-se do projeto de Flavio Dino (PCdoB) para 2014.

No espectro dos cargos federais no Maranhão, a DRT ficou com o ex-deputado Julião Amin, ex-aliado de Jackson.

A Igor só restaram as cartas na Internet e as boas lembranças do pai.

Um comentário:

EVAN DE ANDRADE disse...

TONI REIS, PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO LGBT, AGRIDE IDOSO NA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS

Veja o vídeo:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=UkeYgzdKaVE#!

http://evandeandrade7.blogspot.com.br/2013/03/toni-reis-presidente-da-associacao-lgbt.html