Compartilhe

sábado, 2 de março de 2013

UOL: MAIORIA DAS PRAIAS DE SÃO LUIS CONTINUA IMPRÓPRIA PARA BANHO

Murad: praias limpas só nas manchetes do governo Rosesana

O site UOL disponibilizou na Internet um sistema de consulta  (veja aqui) sobre as condições de balneabilidade das praias brasileiras.

Na busca feita pelo blogue, as principais praias de São Luís aparecem com o sinal vermelho no site, indicando na legenda “praias impróprias.”

A fonte usada pelo site UOL é a própria Sema (Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais do Maranhão), que dá o atestado de poluição na maioria dos banleários ludovicenses.

Ao contrário das notícias veiculadas pelo governo Roseana Sarney (PMDB), ilustradas com o banho de mar do secretário de Saúde Ricardo Murad (PMDB), as praias estão poluídas.

Quem diz é a Sema, órgão oficial, responsável pelo monitoramento.

As notícias sobre esgotos nas praias de São Luís foram objeto de polêmica há alguns meses, até que o secretário Murad apareceu em fotografias mergulhando na praia do Calhau, tentando demonstrar que as águas estavam limpas.

Agora, segundo a busca do site, esta mesma praia do Calhau aparece como imprópria para banho, com a legenda vermelha.

Segundo o UOL, estão impróprias as praias da Ponta d’Areia, São Marcos, Calhau e Olho d’Água. Estão próprias, com legenda verde, o Araçagy e a Praia do Meio.

Ao procurar praias do interior da ilha, como Panaquatira, no município de São José de Ribamar, o site informa “cidade ou praia não monitorada pelo órgão estadual”.

A despoluição mágica das praias de São Luís, anunciada pelo secretário Ricardo Murad, em outubro de 2012, veio após a repercussão na mídia nacional sobre os esgotos lançados no mar que circunda a capital.

Sem que houvesse qualquer medida de tratamento dos esgotos, Murad decretou que as praias estavam limpas, mergulhando no Calhau.

Ricardo Murad controla a Caema (Companhia de Saneamento Ambiental de São Luís), uma das maiores responsáveis pelos esgotos a céu aberto em São Luís e pela poluição dos rios da ilha que desembocam nas praias.

A Caema já foi acionada diversas vezes pelo Ministério Público para despoluir os rios da ilha. Não fez nada.

Em dezembro de 2012, dois meses após a divulgação das fotos de Ricardo Murad, o ministério do Turismo (leia-se ministro Gastão Vieira, aliado da família Sarney), anunciou a liberação de R$ 30 milhões para o saneamento e limpeza das praias de São Luís.

Despoluir o quê, se as praias estavam limpas?

O governo não divulgou onde nem como estariam sendo aplicados os 30 milhões.

Um comentário:

Geísa Batista disse...

Estamos esperando uma resposta do poder público para essa questão, e nos perguntamos: Será que eles estão lembrando da poluição de nossas praias???

Jornalismo Ambiental

www.geisabatista.blogspot.com