Compartilhe

quarta-feira, 6 de julho de 2016

GABINETE MILITAR VAI CONTROLAR O ACESSO DE JORNALISTAS NA SALA DE IMPRENSA DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

Cobertura dos deputados só será permitida com credencial e controle militar
A Diretoria de Comunicação da Assembleia Legislativa do Maranhão publicou nota disciplinando o acesso à sala de imprensa.

Segundo a nota, "o acesso ao espaço de imprensa, contíguo ao Plenário, só será autorizado para jornalistas, representes de veículos devidamente credenciados pelo presidente do Comitê de Imprensa da Assembleia, o jornalista Jorge Vieira, ou sucessor. O controle desse acesso será exercido pelo Gabinete Militar, condicionado à apresentação de credencial emitida pelo Comitê e assinada pelo presidente."

A restrição ocorre após o episódio em que o blogueiro Yuri Almeida teria sido constrangido e cerceado no setor de Recursos Humanos (RH) da Assembleia Legislativa, quando investigava denúncias de funcionários fantasmas na Casa.

Almeida, editor do blog Atual7, denuncia que foi expulso do RH por seguranças.

Veja a abaixo a íntegra da nota da Assembleia Legislativa:

NOVO COMUNICADO DA DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

COMUNICADO
A partir da retomada dos trabalhos Legislativos, em agosto de 2016, a Diretoria de Comunicação Social da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, visando dar maior transparência e controle ao uso de espaços comuns para a imprensa estadual, comunica que:
O acesso ao espaço de imprensa, contíguo ao Plenário, só será autorizado para jornalistas, representes de veículos devidamente credenciados pelo presidente do Comitê de Imprensa da Assembleia, o jornalista Jorge Vieira, ou sucessor. O controle desse acesso será exercido pelo Gabinete Militar, condicionado à apresentação de credencial emitida pelo Comitê e assinada pelo presidente;
A sala de imprensa localizada no andar térreo, na entrada da Assembleia, ao lado da Agência do Banco do Brasil, funcionará enquanto durar a sessão plenária, e até uma hora depois. Depois deste período o acesso será interrompido e não estará mais disponível para uso. Nos dias que não houver sessão plenária a sala ficará fechada;
                                           São Luís, 05 de julho de 2016
                                                Carlos Alberto Ferreira
        Diretor de Comunicação Social da Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão

2 comentários:

Josemar Pinheiro disse...


Caro Ed Wilsom,

Em audiência pública realizada no ano passado, indicada pelo Deputado Wellington do Curso, o SINRAD-MA se fez representar pelo presidente José Santos, J. Kerly, secretário-geral e por mim, na condição de delegado representante, quando externei na intervenção que fiz a necessidade de funcionamento do Conselho de Comunicação Social, até agora o parlamento que agora pretende disputar a Prefeitura de São Luís e está se utilizando de um dos itens da plataforma de minha última campanha eleitoral -Gabinete Móvel do Deputado - não se dignou a divulgar se encaminho qualquer proposta no sentido de concretizar atuação daquele conselho, para evitar situações como essas constrangedoras para as atividades com desenvoltura necessária dos comunicadores, especialmente, radialistas e jornalistas.Fica nosso protestos e estranheza já que se trata da Casa do Povo, é óbvio, que critérios devem existir, mas não cerceamento ao direito de expressão e informação, em respeito às liberdades democráticas e à livre manifestação de pensamento. Josemar Pinheiro

Ed Wilson Ferreira Araújo disse...

Meu caro Josemar, vou cobrar do deputado essa sua manifestação. Eu estava presente nesse evento e lembro bem do que foi acordado.