Compartilhe

quarta-feira, 11 de maio de 2016

TRAIÇÃO DE JOSÉ SARNEY É COMPLETA

Assim cantaria Lula para Sarney: "Você pagou com traição a quem sempre lhe deu a mão"
Depois de se locupletar por 12 anos, nos dois mandatos de Lula e no primeiro de Dilma, o coronel José Sarney (PMDB) abandona seus antigos aliados e dá mais uma demonstração de desprezo pela democracia.

Conspirando contra o governo petista, Sarney orientou suas bancadas na Câmara e no Senado para fecharem questão no voto sim, pelo impeachment.

Apoiando o golpe, José Sarney opera nos bastidores para emplacar o deputado federal Sarney Filho (PV) no Ministério do Meio Ambiente no futuro governo Michel Temer (PMDB).

Dos três senadores do Maranhão, todos tendem a votar a favor do impeachment.

A primeira punhalada virá do senador Edison Lobão (PMDB), ex-ministro das Minas e Energia nos governos Lula e Dilma, citado em várias delações premiadas como beneficiário do esquema de corrupção na Petrobras.

O senador João Alberto (PMDB) só revelará o voto na hora "h". Ele faz jogo de cena, mas deve enfiar a segunda punhalada no PT.

Roberto Rocha (PSB) sempre foi tucano e vai confirmar o voto a favor do impeachment. No fundo, independente da orientação tucana, Rocha votará alinhado com Sarney para se empoderar no Maranhão e boicotar o governo Flávio Dino (PCdoB).

Esse é o cenário pós-impeachment: José Sarney e Roberto Rocha irmanados contra o governo comunista no Maranhão.

Correção dia 12/05 às 12h21: O senador João Alberto (PMDB) votou contra o impeachment.

4 comentários:

Fábio Costa disse...

Mas, infelizmente, é assim que sempre funcionou a "democracia" no Brasil. Nunca me surpreendi com essas movimentações políticas dessa velha raposa José Sarney. E ainda perguntam como ele se mantém com a moral em alta, simples, Sarney é o líder de um grupo de raposas que sempre se deram bem por essa movimentação comum de lideranças arcaicas, quando o barco começa a fazer água ele são os primeiros a pular fora.

Ed Wilson Ferreira Araújo disse...

Você tem toda razão Fábio Costa.

Josemar Pinheiro disse...

Isso é da essência do Sarney, tal como um escorpião, destila no veneno na hora H, faz-me lembrar o velho amigo Raul Xímnenes Galvão, inspirador do Comitê de Defesa da ILha, que dizia: "passarinho que dorme com morcego, acaba morto". José Sarney é ex-undenista, ex-bossa nova, ex-revolucionário (de 64), ex-Presiente Nacional da Arena, do PSD, fundador do PFL (hoje DEM) e da Aliança Dmocrática (PMDB-PFL) e ex-apoiador do Governo do Partido dos Trabalhadores e agora, seguidor, da "Ponte para o Futuro", como diz Sarney Fº: "é mole, ou quer mais" Josemar Pinheiro

Ed Wilson Ferreira Araújo disse...

É cobra criada e come camaleão, meu caro Josemar.