Compartilhe

terça-feira, 10 de maio de 2016

WALDIR MARANHÃO PODE SER EXPULSO DO PP, APÓS REVOGAR A DECISÃO DE ANULAÇÃO DO IMPEACHMENT

Presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão está com os dias contados no PP

A direção nacional do Partido Progressista (PP) vai reunir ainda hoje para deliberar sobre a proposta de expulsão do presidente interino da Câmara, Waldir Maranhão.

O parlamentar, que havia anulado a votação do impeachment na Câmara, decidiu revogar sua própria decisão, na madrugada de hoje.

As controversas atitudes do deputado tornaram insustentáveis a filiação no PP e a permanência na cadeira principal da Câmara.

O PP, na reunião de hoje, também vai discutir a participação em um eventual governo Michel Temer (PMDB).

Detalhe: a legenda, apelidada de “Partido da Propina”, é uma das mais citadas nas denúncias sobre participação nos esquemas de corrupção investigados na Lava Jato.

3 comentários:

Barbara IWPrado disse...

lá rai, lá rai, lá rai, lá rai,
lá ren,lá rei,lá ren,lá ren,lá ren,


lá rai, lá rai, lá rai, lá rai,
lá rei,lá rei,lá ren,lá ren,lá ren,

lá rai, lá rai, lá rai, lá rai,
lá rei,lá rei,lá rei,lá ren,lá ren,

me cansa essa m.... toda!

Ed Wilson Ferreira Araújo disse...

Barbara, Waldir Maranhão vai ser chamado de Waldir Emaranhado = misturado confusamente.

Anônimo disse...

O PT tem que se descolar dessa gente e não se confundir com eles... Alguém em sã consciência acreditar em Waldir é o mesmo que se enterrar, e foi o que aconteceu... maranhense que tem bom senso fica léguas de Waldir, inaceitável essa política da esquerda brasileira.